Filtros HEPA H13. PCO. Ionizador e UVC

AIRA 320

  • Pré-Filtro, Filtro de Carbono Ativado, Filtro HEPA H13 e Filtro PCO Emissão de Aniões
  • CADR (Clean Air Delivery Rate) m³/h – 320. De acordo com o Estudo da Universidade de Goethe (Frankfurt, Alemanha), o ar deve ser renovado 6 vezes no período de 1 hora para promover a redução da concentração do vírus no ar em 90%. Assim este dispositivo é aconselhável para um volume de 54m³. Considerando que a altura do teto é 3m, a área será de 18m².
  • Dimensões: 330x190x550 mm³
  • Alimentação 230Vac
  • Tempo de vida do filtro – 2160 horas
  • Sinalizador de troca de filtro
  • PVP 189,99 (146,30+IVA)

AIRA 45

  • Filtro HEPA H13.
  • Tecnologia UVC germicida
  • CADR (Clean Air Delivery Rate) m³/h – 35 a 45.
  • Dimensões: 120x120x200 mm³
  • Alimentação USB
  • PVP 89,99 (69,30+IVA)

Filtros HEPA H13 – PCO – Ionizador – UVC

HEPA H13

Os filtros HEPA (“High Efficiency Particulate Air”) são filtros que retêm as partículas de forma mecânica. São usados nos aviões para filtrar o ar dos passageiros, em salas de operações cirúrgicas, em máscaras, em sistemas de ar condicionado entre muitos outros. Os Filtros HEPA H13 são capazes de reter até 99,95% das partículas com mais de 0,10 micrómetros¹.

Antes do filtro HEPA H13 é colocado um pré-filtro que retém partículas maiores, por exemplo, poeira. Isso ajuda a prolongar a vida do Filtro. É também possível juntar um filtro de carbono ativado para reter os componentes químicos.

¹CADR (Clean Air Delivery Rate) – De acordo com um estudo da Universidade Goethe (Frankfurt, Alemanha), os filtros HEPA H13 podem ajudar a reduzir em 90% a concentração do vírus SARS-CoV-2 no ar. Para isso, o filtro deve permitir renovar o ar da sala 6 vezes em uma hora.

Filtros PCO – Oxidação Foto Catalítica

Usa luz ultravioleta e dióxido de titânio. Os microrganismos são atacados por radicais livres de hidroxila e por iões superóxidos resultando na quebra da estrutura celular. Esses oxidantes penetram na parede celular, causando lise e inativando o microrganismo.

Ionizador

Os iões são átomos que ganharam ou perderam eletrões. Ao perder um eletrão torna-se um ião positivo e ao ganhar, torna-se um ião negativo. O ionizador de ar utiliza cargas energéticas (iões) para melhorar a qualidade do ar, utilizando eletricidade para liberar iões negativos no ambiente. Esses iões atraem e se ligam às impurezas como pólen, bactérias e esporos. As gotículas de ar expelidas e partículas de poeira que podem transportar vírus não possuem eletrões, por isso são atraídos por outros átomos e moléculas. Desse modo, os átomos liberados pela ionização se unem às micropartículas suspensas, tornando-as maiores, para que fiquem mais facilmente presas nos filtros. É um processo ativo que fornece desinfeção contínua. A tecnologia também produz uma reação química na superfície da membrana celular que inativa os vírus.

Purificadores com UVC

Tubos fechados e com ventilação forçada do ar. O comprimento dos tubos, o número de lâmpadas e a velocidade do ar são calculados de forma que o tempo de circulação do ar no interior do tubo seja suficiente para promover a inativação das partículas virais presentes nos aerossóis.

O dispositivo é calculado de forma que a renovação do ar na sala ou espaço ocorra de 6 a 12 vezes em uma hora.

Estas soluções são apropriadas para todos os espaços fechados, incluindo, escritórios, escolas, empresas, salas de espera, transportes públicos, hospitais, gabinetes, lojas, supermercados, centros comerciais e etc.

Podem também ser instalados em HVAC (sistemas de ar condicionado) existentes.

Desenvolvidos para funcionarem com a presença de pessoas.

*Partículas finas PM2.5 – são consideradas como causadoras de 8,9 milhões de mortes por ano a nível mundial. As partículas PM2.5 podem penetrar o trato respiratório de forma profunda atingindo os pulmões. O ar proveniente do exterior, em contexto urbano, é portador de partículas finas. As PM2.5 são retidas pelo filtro HEPA.

 

**Partículas Ultrafinas (UFP) – vários estudos sugerem uma forte correlação entre a exposição aos UFP e mortes devido doenças cardiovasculares e respiratórias assim como o agravamento de doenças como a asma. O ar proveniente do exterior, em contexto urbano, é portador de partículas ultra-finas. AS UFP são retidas pelo filtro HEPA.

 

***COVs – Os compostos orgânicos voláteis são poluentes químicos que podem ter origem numa grande diversidade de fontes de emissão. A exposição a COVs pode provocar efeitos nocivos de curta ou longa duração na saúde. As fontes de COVs são os combustíveis, estofos, tapetes, roupas, perfumes, produtos de higiene e limpeza. As pessoas também emitem COVs. Os COVs são retidos pelo filtro de Carbono Ativado.


Dynasys – Engenharia e Telecomunicações, S.A.


Centro Empresarial Sado Internacional – Edifício E4

Estrada Nacional 10, Vale da Rosa

2910-835 Setúbal, Portugal

Tel: +351 265 706 900

Fax: +351 265 706 909

info@dynasys.pt

comercial@dynasys.pt